conheça o Santa Joana

UTI e Terapia Semi-Intensiva para Adultos: cuidados especializados quando imprevistos ocorrem

Tamanho do Texto:



Complicações durante a gestação ou no momento do parto não estão nos planos de ninguém, e a menção ao termo UTI (Unidade de Terapia Intensiva) às vezes pode assustar. Para muitas pessoas, esse temor vem de uma falsa impressão de que a gravidez é isenta de riscos e que uma maternidade não estaria preparada para agir em situações desse tipo.

Para desmistificar essa visão, o Hospital e Maternidade Santa Joana, além de contar com uma UTI Neonatal altamente especializada, possui também unidades de Terapia Intensiva (UTI Adulto) e Semi-Intensiva. Esses serviços estão preparados para atender de maneira rápida, segura e eficaz as gestantes e outras mulheres que passaram por procedimentos cirúrgicos na instituição, como cirurgias ginecológicas, cirurgias oncológicas e cirurgias fetais.

Além de médicos intensivistas, as unidades de Terapia Intensiva e Semi-Intensiva do Santa Joana contam com o suporte de diversos outros profissionais, como:

• Obstetras.

• Ginecologistas.

• Anestesistas.

• Cardiologistas.

• Cirurgiões.

• Infectologistas.

• Hematologistas.

• Nefrologistas.

• Gastroenterologistas.

• Oncologistas.

• Urologistas.

• Neurologistas.

• Otorrinolaringologistas.

• Psicólogos.

• Enfermeiros.

• Fisioterapeutas.

• Nutricionistas.

• Farmacêuticos.

Devido a esse cuidado multiprofissional e especializado na saúde da gestante e da mulher, o Santa Joana tem conseguido obter resultados excelentes no atendimento desses pacientes. Dados de 2018 demonstraram que o índice de infecção hospitalar no Santa Joana é de 0,3%, muito abaixo da média nacional, que é 2,8%, e a mortalidade materna de 4 para cada 100 mil nascimentos. Esse número é 10 vezes menor que a média brasileira (44) e comparável à de países como a Suécia.

UTI Adulto

0

Casos de infecção hospitalar em 2018

Se levarmos em conta apenas a UTI Adulto, o Hospital e Maternidade Santa Joana não registrou nenhum caso de infecção hospitalar em 2018. Essa conquista motivou até o recebimento de uma placa de reconhecimento da própria Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH) do Santa Joana à equipe de profissionais da unidade de terapia intensiva.

Outros certificados que reforçam o compromisso do Santa Joana com a excelência e segurança nos cuidados envolvendo pacientes adultos são:

Joint Commission International (JCI) – Considerada uma das certificações hospitalares mais importantes do mundo, a JCI atesta a qualidade e a segurança de todos os processos e protocolos adotados pelo Santa Joana. Tal certificação foi obtida em 2017.

Prêmio Latino-Americano de Excelência na Higienização das Mãos – Obtido em 2014, esse prêmio indica que o Santa Joana está no mais alto nível de qualidade nesse assunto, sendo que os dois níveis anteriores são Acreditação (nível 1) e Acreditação Plena (nível 2).

Certificação de Excelência em Anestesia Obstétrica – Concedida pela Sociedade Americana para Anestesia Obstétrica e Perinatologia em 2019, essa certificação coloca o Santa Joana no posto de primeira instituição do Brasil a receber tal reconhecimento internacional de excelência em anestesia.

Qual a diferença entre UTI e Semi-Intensiva?

O encaminhamento de uma paciente para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) ou para a Unidade de Terapia Semi-Intensiva depende de quais cuidados e quão intensos serão os cuidados médicos que ela precisa receber.

As internações em UTI ocorrem principalmente em pacientes com quadro clínico crítico e bastante instável. Na maioria das vezes, elas necessitam de suporte ventilatório com respiradores e altas doses de medicamentos para controlar a pressão arterial e a frequência cardíaca. Há, ainda, o uso de dispositivos para estabilizar pulmão, coração e rins. Pode ser necessário também diálise para eliminar resíduos e excesso de fluidos do sangue.

Já as internações em unidades de terapia semi-intensiva atendem, geralmente, pacientes que estão em processo de estabilização ou em estado de saúde não muito grave, mas que requer observação e monitorização contínua. No Santa Joana, quase sempre essas internações estão relacionadas a casos de gestações de alto risco em consequência de problemas como hipertensão específica da gravidez (pré-eclâmpsia), diabetes gestacional, doenças da tireoide, trombofilia, rotura prematura de membranas, trabalho de parto prematuro e alteração do crescimento fetal e de sua vitalidade

As pacientes internadas na Semi-Intensiva são monitoradas para checar pressão, batimentos cardíacos e respiração, mas não fazem uso de medicamentos para manter a pressão ou o fazem em baixas doses

Diferenciais da UTI Adulto do Santa Joana

A UTI Adulto do Hospital e Maternidade Santa Joana destaca-se pelo atendimento especializado em casos de alta complexidade relacionados à gravidez. Além de infraestrutura moderna, como ventiladores para situações de problemas pulmonares mais sérios, monitorização hemodinâmica, leito de isolamento com pressão negativa, e serviços de ultrassom no próprio local, a equipe de atendimento dessa unidade é experiente e muito qualificada para responder aos mais variados problemas relacionados à gestação

Mesmo na UTI, pacientes com liberação médica podem amamentar

Todos os profissionais da UTI do Santa Joana atuam em sintonia e baseados em rígidos protocolos de cuidado para controle de problemas como hemorragia, sepse e pressão alta na gestante. Para pacientes que estiverem no período de amamentação e tiverem condições clínicas, a equipe do Santa Joana cria uma estratégia segura para que o bebê possa receber a alimentação e o carinho da mãe.

O serviço de UTI Adulto do Santa Joana conta ainda com um Banco de Sangue para garantir a autossuficiência nos cuidados hemoterápicos dos pacientes.

Diferenciais da Semi-Intensiva do Santa Joana

A Unidade de Terapia Semi-Intensiva do Hospital e Maternidade Santa Joana tem como objetivo principal garantir a saúde e o bem-estar da gestante e a prevenção de nascimentos prematuros.

Enquanto internadas nessa unidade, as pacientes ficam com monitoração de uma equipe multiprofissional especializada 100% do tempo, realizam todos os exames com a frequência necessária (às vezes diariamente) e têm um acompanhamento integral do estado de desenvolvimento do bebê ainda no útero.

Apesar de não ser o desejado, a permanência da gestante na Unidade de Terapia Semi-Intensiva garante mais segurança para ela e para o bebê, pois nesse ambiente elas podem contar com melhores condições de atendimento durante esse período tão especial da vida. Para se ter uma ideia, médicos especialistas em obstetrícia estimavam que cada dia em que o bebê permanece no útero da mãe equivale a três dias a menos de internação na UTI neonatal, caso ele nasça de forma prematura.

Toda essa estrutura foi pensada para que você receba todo o cuidado especializado, acolhimento e respaldo para qualquer intercorrência que possa acontecer.

Informações aos visitantes

Horário de visita – Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Adulto

Todos os dias, das 14h às 15h e das 20h às 21h.

É permitida a presença de no máximo três visitantes por período



Horário de visita – Unidade de Terapia Semi-Intensiva

Todos os dias, das 9h às 21h.

Endereço

Rua do Paraíso, 432, São Paulo.