Serviços Santa Joana

Alta complexidade: foco total em atendê-la com eficiência e rapidez nos casos mais graves

Tamanho do Texto:

Felizmente, nas áreas da obstetrícia e neonatologia (pediatria dedicada aos bebês com até 28 dias), não é muito comum a necessidade de atendimentos hospitalares de alta complexidade. Mas, se isso ocorrer, pode ficar tranquila. No Hospital e Maternidade Santa Joana, contamos com profissionais experientes para tratar das situações mais difíceis, que envolvam, por exemplo, socorro urgente em casos de sangramento vaginal por placenta prévia, alteração da vitalidade fetal, pré-eclâmpsia grave, com assistência especializada para nascimentos prematuros e cuidados intensivos para a mãe.

Além de se atualizarem constantemente nesses casos, nossas equipes médicas e de enfermagem treinam no Centro de Simulação de nossa instituição. Nele, eles praticam com manequins que imitam a realidade e respondem fisiologicamente às mais diversas situações clínicas de pacientes adultos, recém-nascidos e prematuros. Com isso, nossos profissionais sabem exatamente como agir em cada momento.

Ao capacitar sempre nossos colaboradores para os atendimentos de alta complexidade, promovendo reflexões sobre as melhores práticas, conseguimos resultados cada vez mais diferenciados. Nossos índices de mortalidade materna são comparáveis a de países muito desenvolvidos, como a Suécia. São 4 casos para cada 100 mil nascimentos, enquanto a média de mortalidade materna no Brasil é aproximadamente dez vezes maior.

Nosso aprendizado constante acontece também por meio de acordos que preveem o intercâmbio de conhecimento com algumas das instituições educacionais mais importantes do mundo, como a Universidade Stanford, nos Estados Unidos. Nessa parceria iniciada em 2016, profissionais das duas instituições trocam experiências e compartilham dados sobre lesões cerebrais e sequelas neurológicas em recém-nascidos com falhas na respiração (asfixia) no momento do parto.

Entenda a vantagem de contar com um centro de alta complexidade

O termo alta complexidade refere-se à infraestrutura e tecnologia de ponta presentes em um hospital com o objetivo de suprir qualquer demanda dos seus pacientes. No Santa Joana, nos tornamos um dos principais centros de alta complexidade no Brasil em nossas áreas de atuação. As equipes multidisciplinares especializadas contam com equipamentos modernos para o atendimento de casos urgentes, graves e doenças raras em gestantes, bebês ou mulheres não grávidas.

Fazem parte do conjunto de procedimentos de alta complexidade oferecidos no Santa Joana diversos tipos de cuidados dos seguintes serviços, em nosso Centro de Gestação de Alto Risco:

Pronto Atendimento.
Centro de Medicina Fetal.
Centro Cirúrgico.
Centro Obstétrico.
Unidade de Terapia Intensiva para adultos (UTI Adulto).
Unidade de Terapia Intensiva para recém-nascidos (UTI Neonatal).
Unidade de Terapia Semi-intensiva.

Tecnologia de ponta para atender a qualquer complexidade

Os casos de alta complexidade demandam muitos recursos tecnológicos modernos. No Centro de Diagnósticos e Medicina Fetal, por exemplo, equipamentos de ultrassonografia tridimensional (ultrassom 3D ou ecografia 3D) demonstram com grande precisão as condições de saúde do bebê no útero da mãe. Muitas cardiopatias do bebê são diagnosticadas nos exames, e gestante e família são preparadas para os cuidados após o nascimento, assim como a cirurgia cardíaca é programada.

No Centro Cirúrgico, uma sala inteligente, semelhante a uma sala de transplantes, dispõe de sistema de ar-condicionado individualizado, que evita a dissipação de qualquer tipo de fluido pelo ambiente, assegurando assim uma maior segurança contra contaminação biológica. Na iluminação, focos de LED garantem qualidade de luminosidade em todos os procedimentos cirúrgicos.

No Centro Obstétrico, os protocolos de hemorragia para atendimento dos casos de placenta prévia, acretismo placentário e atonia uterina (que são situações de risco para a mãe) e o protocolo de pré-eclâmpsia (que representa a primeira causa de mortalidade materna no Brasil nas suas formas graves) são constantemente atualizados.

Esses e outros cuidados especiais têm contribuído para que nossa taxa de infecção hospitalar seja de 0,3%, bem abaixo da média nacional que é de 2,8%. Na UTI Adulto, por exemplo, não houve nenhuma infecção hospitalar em 2018 no Santa Joana.

Especialização em casos complexos e de alto risco

Para qualquer gravidez que exige cuidados especiais, como a presença de diabetes, hipertensão, placenta prévia com acretismo, disfunções hormonais, trombofilia e alteração da vitalidade fetal, a equipe do nosso Centro de Gestação de Alto Risco assume o suporte a essas pacientes e organiza uma estratégia de atendimento.

Em alguns casos, essas pacientes podem continuar os cuidados necessários em casa, com acompanhamento médico periódico. Na maioria das vezes, no entanto, elas são internadas na Unidade Semi-intensiva para que a mãe e o bebê sejam monitorados 24 horas por dia por uma equipe médica e de enfermagem especializada, até o parto ser indicado.

Também fomos a primeira instituição do país a contar com um Centro de Medicina Fetal, no qual a gestante realiza um acompanhamento detalhado para verificar se o crescimento e o desenvolvimento do bebê estão ocorrendo de maneira adequada.

Nesse período, o médico fará o seguimento clínico (consultas) e solicitará uma série de exames à gestante. Em casos específicos, poderá indicar cirurgias para corrigir malformações antes mesmo do parto, como ocorre nos casos de mielomeningocele (espinha bífida aberta) – uma doença rara que afeta o desenvolvimento neurológico do bebê.

Para os bebês que nascem prematuros e com baixo peso, ou outras complicações, a UTI Neonatal oferece total assistência, com atendimento e equipes especializadas nas diversas áreas de atenção ao recém-nascido. Com o apoio total – inclusive para garantir a amamentação –, na maioria das vezes os pequenos bebês se recuperam, ficam fortes e conseguem passar essa fase sem qualquer problema.

Além de ser especializada em grávidas e seus bebês, nossa estrutura de alta complexidade está à disposição de mulheres não gestantes. Dispomos de uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Adulto que é referência internacional e atende também mulheres que necessitam de cuidados de saúde intensivos, como para tratamento de infecção generalizada ou situação pós-cirúrgica.

Nosso Centro Cirúrgico especializado na saúde feminina oferece tratamentos de excelência e realiza anualmente mais de 9 mil procedimentos, em especial cirurgias ginecológicas, oncológicas, plásticas e vasculares.

No Santa Joana, atuamos de forma integrada para o melhor atendimento da gestante e do bebê, além do cuidado da saúde da mulher em outras fases da vida, com uma equipe preparada e atualizada com equipamentos de alta tecnologia. Conheça nosso Centro de Gestação de Alto Risco.