Pré-natal: o que você precisa saber sobre a assistência!

É difícil pensar que muitas gestantes ainda não realizam o acompanhamento pré-natal. Apesar de o assunto ser tratado com tanta relevância pela sociedade como um todo, algumas futuras mães não entendem porque é tão importante acompanhar a evolução da gestação. Assim, acabam procurando atendimento médico somente quando a gravidez já está em estágio avançado ou muito próximo do parto.

Pensando nisso e preocupados com seu bem-estar e a segurança do bebê, desenvolvemos o post de hoje com tudo que você precisa saber sobre o pré-natal, desde sua importância até dúvidas que podem ser esclarecidas durante estes encontros no período gestacional. Acompanhe conosco e tenha uma gravidez mais tranquila e protegida. Vamos começar?

O que é pré-natal?

Pré-natal é o acompanhamento médico que toda gestante deve ter desde o momento da confirmação da gravidez até o período do parto. O objetivo é manter a integridade das suas condições de saúde e de seu bebê.

Durante a gestação, a futura mãe realiza visitas periódicas ao obstetra para receber orientações, esclarecimento de dúvidas, realizar exames laboratoriais e outros tipos de exames que possam identificar doenças que tragam prejuízo a ela e a criança. Dessa forma, permitindo que seu tratamento seja precoce e reduzindo assim seus riscos.

Conheça os tipos de pré-natal

O pré-natal é dividido em duas categorias, de risco habitual, destinado às gestantes que não apresentam nenhuma doença que possa se agravar no período da gravidez e o pré-natal de alto risco, que é designado às mães que já possuem uma condição pré-existente, desenvolveram ou vão desenvolver ao longo da gestação alguma patologia que possa afetar a gravidez de forma direta.

Um exemplo de uma gestante que precisa de um pré-natal de alto risco são as mulheres já hipertensas. Seu acompanhamento deve ser realizado por um médico obstetra e também outro especialista, de acordo com seu fator patológico.

Qual a finalidade do acompanhamento à gestante?

A assistência pré-natal garante uma relação de respeito entre o profissional e a mãe durante todo o processo da gestação. Assim, deixando a mãe mais confortável e confiante nesse novo período que ela está vivendo. Essa assistência compreende também:

  • • preparar a mulher para a novidade da maternidade com informações educativas sobre o período gestacional, o momento do parto, e o cuidado ao bebê;
  • • orientar sobre seu estado nutricional apropriado;
  • direcionar sobre o uso de medicamentos ou medidas que possam afetar o bebê ou seu nascimento;
  • • tratar doenças existentes que possam interferir no andamento da gestação;
  • • prevenir, diagnosticar e tratar doenças próprias da gravidez;
  • • conceder orientações sobre hábitos de vida saudável, higiene, exercícios, sono, mudanças no organismo e todas as outras que forem necessárias.

Por que fazer o pré-natal?

O acompanhamento pré-natal representa um papel fundamental para a prevenção ou detecção de doenças maternas ou fetais de forma antecipada, fato que permite desenvolvimento saudável do bebê e reduz os riscos para a gestante.

O diálogo entre médico e paciente é de extrema importância para minimizar traumas, medos e complicações que possam ocorrer, já que, com o acompanhamento, a mãe vai para o parto tranquila, sem dúvidas sobre o acontecimento e sabendo que está em segurança. Além disso, os principais motivos para fazer o pré-natal são:

  • • monitorar sinais vitais, crescimento e desenvolvimento do bebê;
  • • detectar problemas como más formações fetais, algumas delas em fase que permite o tratamento intrauterino, proporcionando vida normal ao recém-nascido;
  • • identificação de doenças presentes no organismo da mãe de forma silenciosa, como diabetes, hipertensão arterial, anemias, infecções urinárias, sífilis, doenças cardíacas, permitindo que o tratamento precoce evite prejuízos graves;
  • • avaliar aspectos da placenta, possibilitando tratamento e evitando riscos maternos causados por hemorragias, em caso de localização inadequada;
  • • identificar a pré-eclâmpsia (aumento da pressão arterial que pode comprometer função renal e cerebral), uma das principais causas de mortalidade no Brasil, de forma precoce;
  • • orientar sobre alimentação, exercícios físicos, cuidados com a pele, postura, e aliviar sintomas naturais da gravidez.

Como fazer?

Escolher um profissional de qualidade é fundamental para que o pré-natal seja seguro e confortável para mãe e bebê. É indicado que a futura mamãe procure não só um bom profissional, mas uma maternidade que possa deixá-la à vontade e confiante, cuidando de seu bem-estar e fortalecendo o período pré-natal.

Com profissionais renomados e equipe de saúde que investe no atendimento humanizado, o Hospital e Maternidade Santa Joana garante o melhor para mãe e bebê não só durante o pré-natal e nascimento, mas também no período pós-parto.

UTI Neonatal do Santa Joana, por exemplo, é referência internacional, e conta com cinco condutas de atendimentos específicos (Neonatal, Neurológica, Cirúrgica, Prematuro extremo e UTI de Desenvolvimento Assistido). A maternidade é uma das melhores no país em cuidados com prematuros, com técnicas humanizadas como a Hora do Psiu, Método Canguru e Banco de Leite Materno, essenciais para acelerar o processo de recuperação e desenvolvimento do bebê.

Além disso, conta com completos serviços de cuidados especiais, como a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Adulto e a Unidade de Terapia Semi-intensiva, voltada para gestantes de Risco, são diferenciais que proporcionam às mamães a segurança necessária em relação à qualquer intercorrência que possa acontecer durante a gestação.

Invista para que seu pré-natal tenha toda atenção e assistência necessária para garantir segurança e bem-estar para você e o seu bebê. Prefira uma maternidade com profissionais especializados, estrutura adequada, tecnologia avançada e métodos humanizados.

Gostou de saber mais sobre o pré-natal? Que tal conhecer também os gastos dessa gestação? Confira como planejar seu orçamento para a chegada do bebê!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *