Até quando o bebê tem cólicas?

Não há uma regra rígida para isso, mas os bebês normalmente desenvolvem cólica até os três meses de vida. Isso não quer dizer que, no dia em que completar três meses, automaticamente ele ficará livre desse incômodo que tanto estressa os pais de recém-nascidos.

“O primeiro trimestre de vida do bebê é uma adaptação para todos. Para ele e também para a família. Em geral, depois dessa fase, tudo começa a se estabilizar, mas o organismo não reage da mesma maneira em todos os casos”, lembra Dra. Vera Valverde, neonatologista do Hospital e Maternidade Santa Joana. Manter a calma e adotar algumas medidas, como massagens na barriga do bebê, exercícios com as perninhas e banho relaxante, ajudam a superar mais esta fase.

Quando um bebê chora de forma aguda e persistente, a desconfiança de que se trata de uma crise de cólica é uma ideia recorrente. Mas, como ele não se comunica, não há como ter certeza de que se trate de cólica mesmo. O que mais pode causar esse tipo de reação?

“Vários fatores: refluxo, azia, fome, calor, frio, enfim, todo tipo de desconforto que o bebê sentir será comunicado por meio de seu choro”, explica Dra. Vera. É fundamental manter a rotina de visitas periódicas ao pediatra, depois da alta hospitalar. “É normal que o bebê tenha cólicas e outros desconfortos nos primeiros meses de vida. Se ele tiver um quadro geral bom, com ganho de peso, higidez, e sinais compatíveis com sua idade, a cólica será um evento normal nesse quadro, e o pediatra é o profissional capacitado para avaliar”, conclui a doutora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *