Estou exagerando na atividade física?

Praticar atividade física é pré-requisito básico para uma gestação saudável. Além de aliviar a ansiedade, os exercícios ajudam a controlar o peso da futura mamãe, evitando complicações, como a hipertensão e o diabetes gestacional. Thaís Della Manna Hanna, fisioterapeuta do Hospital e Maternidade Santa Joana, explica como saber quando os exercícios estão prejudicando a sua saúde.

Toda atividade física durante a gestação deve ser monitorada pelo obstetra que acompanha a saúde da futura mamãe. Exercícios em excesso podem causar: sangramento vaginal, visão embaçada, náusea, tontura, sensação de desmaio, falta de ar, aumento do inchaço nas mãos, pés e tornozelos, dores no abdome ou no peito, perda de líquido pela vagina e mal-estar.

“Quando a mulher apresenta uma tendência maior à gestação de risco, o obstetra avaliará qual deve ser sua atividade física durante a gravidez. Mulheres com mais de 27 semanas de gestação, com anemia, bronquite ou asma, presença de sangramento na gestação, histórico de bebê prematuro, sinais de trabalho de parto prematuro, incompetência cervical, placenta prévia, entre outros fatores de risco, devem ser avaliadas individualmente para a escolha de uma atividade física”, orienta a fisioterapeuta.

Se aparecer qualquer um desses sintomas, pare a atividade física e procure imediatamente seu obstetra ou um serviço de pronto atendimento. Fazer exercícios físicos é muito importante para uma gravidez saudável. No entanto, é preciso ir com calma e respeitar os limites e as necessidades do seu próprio corpo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *