Veja como fazer uma limpeza de pele na gestação

As oscilações hormonais nas gestantes tendem a provocar o aparecimento de cravos e espinhas, além de elevar o nível de oleosidade da pele. Isso acontece também com mulheres que nunca sofreram com o problema e causa muito desconforto.

Para manter o viço da pele nesta fase sem colocar em risco a saúde e o bebê, é preciso optar por uma limpeza de pele especial para gestante, que não utilizem ácidos, mas que, ainda sim, sejam capazes de amenizar a acne, desobstruir os poros e diminuir a produção de óleo e de sebo.

A frequência do procedimento irá depender de cada tipo de pele e da época do ano. Durante o verão, são necessárias mais limpezas, que não possuem contraindicações, desde que sejam utilizados produtos que não ofereçam riscos à gestante e ao bebê.

Além de combater o excesso de oleosidade, a limpeza de pele atua na remoção de células mortas, impurezas e na extração de comedões (cravos). Mas, sua aplicação requer cuidados posteriores. Uma delas é a aplicação do protetor solar, pois o procedimento deixa a pele mais fina e sensível.

No rosto, use diariamente sabonetes neutros para pele oleosa e filtro solar FPS 30 e proteção UVA, reaplicando-o no mínimo duas vezes ao dia. Evite também banhos muito quentes para não ressecar a pele.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *