área Médica

Microcefalia & Zika Vírus

Tamanho do Texto:

Mesa Redonda
Evento realizado em 15/02
Profº Dr. Antonio Fernandes Moron
Coord. do Depto de Medicina Fetal do Grupo Santa Joana
Dr. Sérgio Cavalheiro
Dra Clery Bernardi Gallacci
Dra Rosana Richtmann
Coord. do Depto de Infectologia do Grupo Santa Joana
voltar ao topo
Vídeo - Microcefalia
Dr. Antonio Fernandes Moron
voltar ao topo
Vídeo - Vírus Zika
Dra. Rosana Richtmann
voltar ao topo
Vídeo - Vírus Zika
Perguntas e Respostas
voltar ao topo
Infográfico
Entenda a Microcefalia
Infográfico microcefalia
voltar ao topo
Comparativo
Frequência dos principais sinais e sintomas ocasionados pela infeção pelos vírus da dengue, chikungunya e vírus Zika.
Tabela Frequencia
voltar ao topo
Repelentes
Características dos Repelentes
Tabela repelentes
voltar ao topo
Microcefalia e Zika
Material do Ministério da Saúde
Acesse o conteúdo do ministério da saúde
voltar ao topo
Compilado de Perguntas
Fonte: Febrasgo

Como surgiu o Zika Vírus no Brasil?

Segundo um boletim epidemiológico do Ministério da Saúde, em fevereiro de 2015, começaram a surgir no Brasil casos que depois foram atribuídos à doença.

Essa rápida disseminação da doença é preocupante?

Sim, porque nas regiões Norte e Nordeste está aumentando muito a incidência da microcefalia. Além disso, dados do Ministério da Saúde mostram que o número de casos de malformação congênita cerebral aumentou no país e já atinge 13 Estados.

O que deve ser feito de imediato ao se identificar os sintomas de Zika?

O Zika é uma virose. Ainda não existe um tratamento, e os sintomas são parecidos com os da dengue, embora menos agressivos. 70% a 80% das pessoas são assintomáticas.

A forma de transmissão é idêntica da dengue? Tem outros tipos de contágio?

A transmissão é feita pelo mosquito Aedes aegypti, o mesmo mosquito que transmite a dengue e o chikungunya.

A doença tem tipos de classificação?

Não. Os sintomas vão embora de três a sete dias. Trata-se de uma doença muito sutil.

Como identificar se o vírus é o Zika, Dengue ou Chikungunya?

A identificação se dá por exclusão de sintomas. Não existe ainda método sorológico no Brasil e o diagnóstico específico está disponível em alguns centros especializados.

Quais os perigos que a doença pode causar nas gestantes? É verdade que pode causar microcefalia no bebê?

A doença pode causar má formação fetal grave – microcefalia. O bebê nasce com o perímetro cefálico menor do que os 33 centímetros considerados normais. Além de trazer risco de morte, a condição pode ter sequelas graves para os bebês que sobrevivem, como dificuldades psicomotoras (no andar e no falar) e cognitivas (como retardo mental).

Quais medidas os governantes estão adotando para evitar epidemias?

Tentar controlar os lugares com o foco do mosquito e orientar a população para não acumular água parada – as mesmas medidas da dengue.

O que deve ser feito se a pessoa for detectada com a doença?

- Repouso;
- Boa hidratação e alimentação;
- Evitar cuidados com pessoa suscetíveis, em especial às gestantes.

Quais as medidas de prevenção?

- Não acumular água parada para evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti;
- Usar repelentes diariamente;
- Colocar telas protetoras em janelas e portas de casa;
- Sempre que possível, usar roupas que cubram os braços e pernas.
voltar ao topo